quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

MONGÓLIA


Gêngis Khan, foi um guerreiro destemido do século 12, deu início ao que se tornaria o grande império Mongol. A Mongólia dos dias atuais é apenas uma fração do tamanho original desse antigo império. Cercada pela Rússia e China, é um dos países com menos habitantes por quilometro quadrado do mundo.
A paisagem da Mongólia consiste de rios, córregos, montanhas imponentes, colinas verdejantes e grandes planícies cobertas de grama.  No Sul fica o deserto de Gobi, famoso por seus fosseis de dinossauro bem-preservados. Situada a uma altura média de 1580 metros acima do nível do mar, a Mongólia é chamada por seus habitantes de a “Terra do Céu Azul”. Esse nome se encaixa perfeitamente, pois a Mongólia em mais de 250 dias de sol por ano!
Os mongóis vivem num clima de extremos. No verão, as temperaturas podem atingir os 40 graus, ao passo que no inverno elas podem cair abaixo dos 40.
Quase um terço dos que vivem por lá são nômades. O dia começa cedo, com homens e mulheres ordenhando cabras, vacas, camelas e éguas. A alimentação dos mongóis consiste em derivados de leite e de carne, principalmente a de carneiro.

Os mongóis são um povo hospitaleiro. Suas tendas em formato de círculo, chamadas de gers, são mantidas destrancadas para que qualquer pessoa que passe por ali possa descansar e comer os petiscos deixados para visitantes. Também é comum servir aos convidados chá com leite quente, temperado com um pouquinho de sal.
O budismo tem muita influência na vida dos mongóis até os dias de hoje. Entre a população, há também adeptos do xamanismo, islamismo e cristianismo e muitas pessoas não tem religião.


MONGÓLIA

Gêngis Khan, foi um guerreiro destemido do século 12, deu início ao que se tornaria o grande império Mongol. A Mongólia dos dias atuai...